13/08/2015

Eu li: A Seleção

Sinopse:
Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis à vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer, e viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Esta era a visão de America até ela conhecer pessoalmente o príncipe: Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma - e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

America Singer, uma garota da quinta casta que vive com a sua família em uma situação difícil. São artistas que trabalham para as castas superiores.

America é apaixonada por Aspen, um garoto da sexta casta, e, por ser uma casta abaixo, eles tem um relacionamento escondido. America e Aspen namoram escondido durante 2 anos, até ela receber uma carta, dizendo que era uma das 35 garotas convidadas para participar da Seleção.

No início, America se recusa a se inscrever, mas quando percebe que, se for uma das selecionadas, ela daria uma vida melhor para a sua família, então se inscreve mesmo não tendo esperança alguma. Como já esperamos, ela é selecionada e, ainda relutante, vai para o palácio junto de mais 34 garotas.

A visão que America tem de Maxon antes da Seleção é a pior, mas quando realmente o conhece, muda totalmente de opinião. Com o tempo, America percebe que a vida qual tinha imaginado para si não é nada comparado com o que esta acontecendo.

"Essa era a verdade, no fim das contas. Ainda não sabia o que queria, mas não podia me deixar levar pelo mais fácil ou por aquilo que os outros achavam certo. Só precisava de tempo até decidir o que era melhor para mim." - America Singer

Eu não costumo gostar de livros com temas formais, mas A Seleção conseguiu me prender de uma maneira inexplicável. No início, eu achei que não gostaria do livro, mas de repente eu comecei a me encantar pelo livro e quando vi já tinha terminado o primeiro, o segunda e o terceiro!

O livro é maravilhosamente maravilhoso, garanto que vão gostar!

~♥~♥~♥~♥~♥~♥~♥~♥~♥~♥~♥~♥~

Oi oi gente :D tudo bom?
A resenha demorou? Demorou, mas saiu huehuheuhe.

O post desta semana era para ter sido postado ontem, mas a minha vontade de postar esta resenha estava tão grande que eu decidi esperar um dia para conseguir termina-la. Sim, termina-la! Pois é, minhas resenhas são pequenas, mas eu realmente acho que não tem necessidade de escrever muito em uma resenha, sem contar que quando é grande acaba com muitos spoilers.

Espero que tenham gostado da resenha e que comprem ou procurem este livro com alguma amiga, porque ele é realmente maravilhoso.
Acreditam que eu li Fallen em menos de 4 dias!? Eu simplesmente amei e pretendo ler Tormenta e o resto da coleção logo! O livro é totalmente perfeito. Procurem ele também u.u vocês vão amar.

Estou conseguindo postar uma vez por semana *-* por mais que eu ainda esteja na terceira semana, estou bem feliz *-*

Agora vou ir, beijões!

Nathália Freitas de Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário